Tour tomar
Realização
Todos os Dias - Excepto 25 Dezembro e 1 Janeiro
1 OUT a 30 ABR - Castelo Almourol fechado ás Segundas
Duração Tour :
8H - Dia Inteiro
Hora Pickup :
08h:30
Local Pickup :
Hotel ou Apartamento em Lisboa (*)
Minimo Pessoas :
2
Incluido :
Não Incluido :
Refeições e Entrada nos Monumentos
O Guia Fala :
Outras Info:
Mais Info

Video Tour Tomar - Rota Templários

Clique para ver Mais
Preço Por Pessoa
95€
4 ou Mais Pessoas
80,75
Por Pessoa
Reservar

Acerca Tomar - Rota dos Templários

Os Templários tiveram um papel importante em todas as grandes épocas e batalhas de Portugal, desde a fundação do país com D. Afonso Henriques até aos Descobrimentos. A sede dos Templários e, mais tarde, da “Ordem de Cristo” instalou-se em Tomar tornando-se esta na capital Templária de Portugal e Espanha e uma das mais importantes no mundo medieval. O Castelo de Almourol e Tomar são exemplos perfeitos para se compreender a Mística dos Templários, homens simultaneamente Cavaleiros, Guerreiros e Monges.


10 pessoas
estão a ver agora o Tour



Videos Celina tours

Veja aqui Tours Tomar

Programa do Tour Tomar - Rota dos Templários


TOMAR

Apos a Saida de Lisboa chegamos á Cidade de Tomar - Uma região ocupada pelo homem desde há longos tempos, apresentando o bonito vale do Nabão vestígios que recuam ao período paleolítico. No local da actual Tomar já existiram as cidades romanas de “Nabantia” e “Sellium”. Conquistada ao Mouros em 1147 pelo primeiro Rei Português, D. Afonso Henriques, foi então doada aos Templários em 1159.

Palacio Queluz Sintra

A Visita a Tomar engloba a Visita ao Convento de Cristo. O Conveto de Cristo em Tomar, pertenceu à Ordem dos Templários. Fundado em 1162 pelo Grão-Mestre dos Templários, dom Gualdim Pais o Convento de Cristo ainda conserva recordações desses monges cavaleiros e dos herdeiros do seu cargo, a Ordem de Cristo, os quais fizeram deste edifício a sua sede. Património da Humanidade, classificado pela UNESCO

A construção do Castelo de Tomar iniciou-se em 1160, pela mão dos templários, fazendo parte de uma linha de defesa contra as investidas muçulmanas. Este objectivo viria a ser provado e 1190, com um ataque das forças do emir de Marrocos, em que Tomar não só resistiu ao cerco como lhes infligiu pesadas baixas, passando uma das portas do castelo a designar-se Porta do Sangue. Com a extinção da ordem em 1312, o rei D. Dinis, entregou Tomar à Ordem de Cristo, de que viria a ser governador o Infante D. Henrique, que terá residido neste castelo. A partir de 1495, no reinado de D. Manuel I, são feitas diversas obras dentro do recinto do castelo, como a ampliação do Convento de Cristo e dos Paços da Rainha, criando um dos mais belos conjuntos arquitectónicos portugueses, numa reunião harmoniosa de diversos estilos arquitectónicos. Classificado como Monumento Nacional e Património da Humanidade


CASTELO ALMOUROL

dde Regresso a Lisboa visitamos o Castelo de Tomar. O castelo de Almourol, está situado numa pequena ilha que já era habitada no tempo da ocupação romana da península, a partir do século VIII, foi ocupada pelos muçulmanos, que a terão conquistado aos visigodos. No âmbito da reconquista cristã da Península Ibérica, Almourol foi conquistado por D. Afonso Henriques, em 1129, que o entregou à Ordem do Templo. Esta ordem é responsável pela reconstrução do castelo, conferindo-lhe as características das fortificações templárias. O castelo está construído de forma a acompanhar os desníveis do terreno, com dois níveis interiores, o primeiro acedido pela entrada principal e o segundo, onde se encontra a Torre de Menagem, através de uma escadaria interior.

Esta ordem é responsável pela reconstrução do castelo, conferindo-lhe as características das fortificações templárias. A inscrição existente sobre o portão principal, aponta para a conclusão das obras em 1171. Com a extinção da Ordem dos Templários, em 1311, D. Dinis entregou o castelo à Ordem de Cristo.


Nota :
Pickups nas zonas históricas ou áreas de transito mais condicionado marcaremos um ponto de encontro proximo do seu local de estadia